Ultimas Noticias

6/recent/ticker-posts

Homem registrou B.O. por assédio sexual contra Jefferson Moura. "Ele passou a mão na minha genitália dentro do elevador"

📷Foto de Reprodução
 🏠Teresina

Na última sexta-feira(16) o GP1 obteve novas informações sobre o caso do advogado Jefferson Moura Costa, onde foi revelada mais uma vítima. Dessa vez, um homem, que teria sido assediado e ameaçado pelo acusado. Nossa reportagem teve acesso ao Boletim de Ocorrência registrado pela vítima, que residia no mesmo condomínio do advogado.

A denúncia foi registrada em fevereiro deste ano, no 12º Distrito Policial. Segundo consta no termo de declaração, o caso aconteceu no dia 31 de janeiro deste ano, por volta das 14h, quando, de acordo com o denunciante, o advogado lhe ameaçou e injuriou. O vizinho afirmou que estava voltando do supermercado com sacolas de compras nas duas mãos e acessou o elevador do prédio, quando Jefferson Moura entrou logo em seguida.

Continua depois da publicidade:

De acordo com a vítima, antes de sair, o advogado pegou em seu órgão genital e afirmou que a parte íntima "não passava de um clitóris avantajado". Por estar com as mãos ocupadas, o vizinho não conseguiu se defender e impedir a ação do advogado. Em seguida, Jefferson Moura saiu correndo do elevador.

Entenda o caso

Jefferson Moura Costa foi preso em flagrante na madrugada desta quinta-feira (15), acusado de estuprar uma mulher que realizava uma faxina em seu apartamento localizado no bairro Fátima, zona leste de Teresina.

O advogado foi conduzido por uma equipe da Polícia Militar à Central de Flagrantes no final da tarde de ontem, após a mulher denunciar que ele a havia estuprado dentro do apartamento dele. A vítima fez o exame de corpo de delito, onde foi constatada a conjunção carnal. Assim, Jefferson Moura, que aguardava o resultado do laudo na Central de Flagrantes, foi preso por volta de 1h da madrugada.

Já na tarde de quinta (15), por volta das 13h15, o juiz Markus Calado Schultz, da Central de Inquéritos de Teresina, decretou a prisão preventiva do advogado.

Outras denúncias

O GP1 conversou na noite da última quinta (15) com a delegada Vilma Alves e ela revelou que recebeu uma denúncia formal de mais uma jovem e uma outra mulher já entrou em contato. As outras duas denúncias partiram de duas jovens que entraram em contato diretamente com nossa reportagem e agora vão levar o caso à polícia.

Segundo a delegada Vilma, logo após a repercussão do caso da jovem de 27 anos, que foi estuprada enquanto fazia uma faxina na casa do advogado. Para a delegada, tudo indica que estejamos diante de um estuprador em série.

Processo disciplinar

A OAB-PI afirmou que vai abrir processo disciplinar, através do Tribunal de Ética e Disciplina, para investigar a conduta do advogado Jefferson Moura Costa.

Notícias Relacionadas:


Por Brunno Suênio e Wanessa Gommes (GP1)

Postar um comentário

0 Comentários