Turismo: Orgulho da minha Parnaíba

Avenida São Sebastião. ((c)) Walter Fontenele

Retornei a Parnaíba há 25 anos. Antes do retorno definitivo eu vinha uma vez por ano passar férias. Nesses períodos, eu costumava confidenciar com pessoas próximas que em Parnaíba nem as cores das casas mudavam, fato que eu constatava da janela do Expresso de Luxo e depois da Guanabara, ao adentrar a cidade.

Avenida São Sebastião. ((c)) Walter Fontenele

Passados 25 anos eu ando pela cidade e vejo quão diferente Parnaíba se transformou, sendo um prazer enorme passear pela cidade, principalmente quando as vias estão quase desertas, oportunidade ideal para registrar os logradouros sem fotografar transeuntes e veículos. 

Há 35 anos, em Belém, quando a violência ainda não imperava, eu costumava andar muitos km a pé só para apreciar a bela capital do Pará, cidade em que vivi boa parte da vida. Infelizmente, devido à violência, não se pode mais fazer esse tipo de turismo e apreciar cada detalhe da arquitetura das casas e dos logradouros públicos, nem em Belém e nem em Parnaíba. Uma pena.

Continua depois da publicidade:

Parnaíba hoje é, com certeza, um motivo de orgulho para as pessoas nascidas em Parnaíba e para as que escolheram Parnaíba como sua cidade de coração. 

Parabéns, aos envolvidos!

Praça do Amor. ((c)) Walter Fontenele

Parquinho da Praça do Amor. ((c)) Walter Fontenele

Avenida São Sebastião. ((c)) Walter Fontenele

Praça do Amor. ((c)) Walter Fontenele

Porto das Barcas. ((c)) Walter Fontenele

Pedra do Sal. ((C)) Walter Fontenele

Lagoa do Portinho. ((c)) Walter Fontenele

Lagoa do Bebedouro. ((c)) Walter Fontenele.

Fonte: Walter Fontenele

 

Nenhum comentário