Em prisão domiciliar, Roberto Jefferson oficializa candidatura à Presidência

Roberto Jefferson
📷Roberto Jefferson © Reprodução
🏠Brasil

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) oficializou, nesta segunda-feira (1º/8), a candidatura de Roberto Jefferson à Presidência da República. O nome do ex-deputado federal, que cumpre prisão domiciliar desde janeiro, foi avalizado em convenção nacional realizada pelo partido em um hotel na capital federal.

Jefferson não compareceu ao evento em razão da condenação recebida pelo envolvimento com a atuação de milícia digital antidemocrática que tem como alvo ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Em 24 de janeiro deste ano, o ministro Alexandre de Moraes substituiu a prisão preventiva do ex-deputado pela prisão domiciliar.

Assim, Jefferson cumpre a medida em casa, na cidade de Comendador Levy Gasparian (RJ). Ele é obrigado ainda a usar tornozeleira eletrônica e não manter contato com investigados.

Produtos Longá | Parnaíba

O ex-deputado federal é aliado político do presidente Jair Bolsonaro (PL), mesmo tendo apoiado a candidatura de Lula (PT) ao Palácio do Planalto em outras eleições.

Segundo o deputado Daniel Silveira (PTB-RJ), o objetivo da candidatura de Roberto Jefferson é “pedir votos ao presidente”. “Ninguém divide votos com o Bolsonaro”, afirmou o parlamentar, que também foi condenado pelo STF por ataques à democracia.

“O que o Roberto quer de fato? Confrontar aquilo que nós enfrentamos sem que o presidente precise se expor”, acrescentou o candidato do partido ao Senado Federal pelo Rio de Janeiro.

Com informações do Metrópoles

 

Nenhum comentário