Ultimas Noticias

6/recent/ticker-posts

Décimo acusado de participar da

📷Foto de Reprodução
 🏠Parnaíba

Foi preso neste domingo (05) mais um acusado de participação na execução do empresário Janes Cavalcante de Castro, proprietário da imobiliária J. Castro, ocorrido em setembro de 2020 em Parnaíba. Evandro Tenório Britto, vulgo Vando Brito, foi preso na cidade de Alagoinha, em Pernambuco.

De acordo com as informações do delegado Rodrigo Luna, da Polícia Civil de Parnaíba, o suspeito é apontado como o responsável pela organização, logística e contratação dos pistoleiros que cometeram na execução do empresário.

É uma prisão muito importante, pois Vando é peça chave no crime é as providências legais já estão sendo tomadas para o recambiamento do preso, que é de alta periculosidade”, declarou o delegado.

Continua depois da publicidade:

A prisão foi realizada por equipes da Polícia Militar de Pernambuco na cidade de Alagoinha, no agreste pernambucano.

Relembre o crime

O dono da Imobiliária J. Castro foi perseguido e executado a tiros dentro de um carro, na tarde do dia 18 de setembro de 2020, no bairro Frei Higino, na cidade de Parnaíba, litoral do Piauí.

De acordo com a Polícia Militar, ao ser atingido pelos disparos ainda dentro do carro que conduzia, a vítima perdeu controle da direção e colidiu em uma residência. Câmeras de segurança flagraram a fuga dos suspeitos e auxiliaram na investigação do caso.

Operação Sicário

No dia 14 de abril de 2021, a Polícia Civil do Piauí, em conjunto com a Polícia Civil de Pernambuco, deflagrou a Operação Sicário e prendeu seis pessoas. Inicialmente, foram presos Marcos Aurélio de Paiva Leal (fazendeiro), Edson Carlos Veríssimo da Silva, José Robervan de Araújo, que conduzia o Siena, e outras três pessoas que não tiveram os nomes divulgados.

Em junho, outras duas pessoas acabaram presas, W. A. B, no município de Venturosa-PE, e, por último, J. H. F. da S, em Arcoverde-PE. No dia 23 de julho, uma mulher identificada como E. R. M de A também foi presa acusada de participar da morte do empresário. Ao todo, dez pessoas já foram presas acusadas de envolvimento na morte de Janes Castro.

Por Jeyson Morais (GP1)

Postar um comentário

0 Comentários